SEO e UX: como combinar essas duas estratégias?

ux

Dentro de uma estratégia de conteúdo é necessário saber unir o SEO (Search Engine Optimization) e o UX (User Experience ou Experiência do Usuário). De alguns anos para cá, essas duas estratégias passaram a andar bem juntinhas, e a falta de cuidado com uma delas pode comprometer os resultados.

Antes de continuarmos, vamos explicar as duas estratégias.

SEO é um conjunto de técnicas utilizadas para melhorar a apresentação de um conteúdo e de uma página aos “olhos” do Google. Quanto mais alinhados o texto e o site estiverem, maiores serão as chances de eles aparecerem nos resultados do Google.

Um marca que aparece na lista de resultados aumenta suas chances de se conectar com as pessoas, de construir um relacionamento e de melhorar as vendas. Afinal de contas, os consumidores compram de marcas que eles conhecem ou que recebem indicações.

E o UX é a preocupação que as marcas têm de tornar agradáveis as ações de um usuário dentro de um site durante a navegação. Esse cuidado é bem parecido com aquele que temos quando vamos receber alguém importante em nossa casa. Fazemos de tudo para que essa pessoa se sinta bem, não é verdade? O UX tem o mesmo princípio.

Para isso, pensamos no layout da página, na disposição do texto para deixar a leitura mais fluida, nos links internos que vão ajudar o usuários a entender melhor o assunto que está lendo, nas imagens, entre outros pontos.

Quando unimos SEO e UX, a tendência é termos um conteúdo e um site mais qualificados, tanto nos critérios do Google quanto dos usuários.

 

Como o UX influencia as estratégias de SEO?

using-experience

Lá atrás, quando o SEO ganhou visibilidade, o segredo para um bom posicionamento no Google era repetir muitas vezes uma determinada palavra-chave. Esse conceito mudou um pouco.

Ainda é importante escolher um termo – ou uma expressão – como ponto de partida para o desenvolvimento de um conteúdo. Mas a linguagem natural passou a falar muito mais alto, o que tornou a repetição forçada de palavras-chave um grande tiro no pé.

O Google evoluiu demais nos últimos anos, assim como o comportamento do usuário na internet, o que mexeu também com o jeito de aplicar estratégias de SEO. Hoje podemos dizer que o SEO é uma ferramenta indireta de vendas. Ele serve para aproximar a marca dos usuários, para criar relacionamentos fortes e duradouros e para, aí sim, gerar vendas mais conscientes e menos impulsivas.

E é nesse contexto todo que entra o UX, porque quando o usuário se sente à vontade e acolhido, ele tende a voltar mais vezes. Um e-commerce que possui uma passo a passo simples encanta o clientes e o incentiva a sempre voltar à página para comprar o que precisa. Da mesma forma que um blog que esclarece uma dúvida importante gera valor e ganha importância na vida do usuário.

LEIA MAIS: Por que o SEO é essencial para a construção de marca?

 

Dicas práticas de UX

Existem métricas de SEO que estão diretamente ligadas ao uso de UX. Uma página com layout amigável faz com que o usuário passe mais tempo navegando. Isso influencia indicadores como taxa de rejeição e permanência no site, que são observados com rigor pelo Google para selecionar o que vai ou não para sua página de resultados.

Pensando nisso, selecionamos alguns pontos de convergência entre SEO e UX para você pensar e aplicar no seu site:

Velocidade do site

Estamos cada vez mais impacientes e não queremos ficar tempo demais esperando uma página carregar. Um site lento causa descontentamento no usuário que rapidamente sai e procura outra que atenda com mais rapidez as suas expectativas. Zelar pelo carregamento de um site é bom para o SEO e para a experiência do usuário.

Páginas responsivas

O número de pessoas que acessa informações, pesquisa e faz compras pelo celular aumentar a cada dia. E criar um site sem pensar em um design que fique amigável e bonito na tela do celular é um erro grave. Ter esse cuidado é pensar na experiência do usuário, é estar alinhado com o jeito como o Google avalia o desempenho das páginas. Pense nisso.

Faça testes de UX

Antes, durante e depois de desenhar um site, procure entender como o usuário vai navegar pelas páginas e se o jeito de encontrar o que precisa e de executar ações é rápido e simples. Quanto mais práticos forem os processos, mais satisfeito o visitante ficará e mais vezes ele voltará.

Não pare nunca de mensurar

O comportamento do usuário hoje é um e amanhã será outro. Assim como a tecnologia, que se renova num piscar de olhos, e as atualizações do Google, que tiram os especialistas em SEO o tempo todo da zona de conforto. Acompanhe as métricas das suas páginas e conteúdos e pense sempre em como pode melhorar para manter a boa experiência do usuário.

LEIA TAMBÉM: 3 ações de marketing para aumentar engajamento e tráfego orgânico

Como você percebeu, não dá mais para trabalhar SEO e UX de maneiras isoladas. Uma boa parceria entre as duas estratégias vai garantir a satisfação dos usuário, boas métricas e uma melhor performance de vendas.

Se precisar de ajuda para extrair o melhor dessas duas estratégias e aplicar nas suas páginas e conteúdos, venha fazer uma consultoria de marketing digital com a Leelah para que possamos identificar seus objetivos e construir um projeto para oferecer os melhores resultados.

Temos equipes especializadas em diferentes estratégias de marketing digital e cases de sucesso que mostram alguns resultados que obtivemos.

Espero que você tenha gostado do nosso artigo. Sinta-se à vontade para deixar suas dúvidas e sugestões nos comentários e compartilhar nosso conteúdo em suas redes sociais, ok?

 

Leia Também

Não fique para trás, mantenha-se atualizado sobre o universo digital

Agende uma reunião e conte seus objetivos

Nossos consultores irão mostrar como levar sua estratégia digital ao próximo nível.