(11) 4116-2260 [email protected]

Omnichannel é, sim, o presente e o futuro

por | 10 jun, 2021 | Dicas de Marketing Digital

Houve um tempo em que falar de omnichannel era relacionar o tema à uma tendência que logo cederia lugar para outra. Com a chegada da pandemia e o abre e fecha constante das lojas físicas, o que parecia estratégia das grandes marcas, tornou-se meio de sobrevivência para boa parte das empresas.

Criar canais de vendas e de relacionamento que ultrapassam o ambiente físico foi a saída para empresários que estavam decididos a não jogar a toalha e fechar seus negócios diante da crise que a Covid-19 trouxe para o Brasil.

Nós, da Leelah, falamos o tempo todo aqui sobre a necessidade de as marcas darem uma atenção especial para o digital. É uma forma poderosa de alcançar mais pessoas que precisam de produtos e serviços e que buscam soluções dando apenas alguns cliques no mouse ou passando o dedo na tela do celular ou tablet.

 

Qual o conceito de omnichannel?

Antes de falarmos da estratégia, vamos explicar o que significa o termo. Omnichannel, é a mistura de duas palavras de origens diferentes. “Omni” vem do latim e quer dizer “todos”. E channel é uma palavra inglesa que pode ser traduzida para o inglês como “canal”.

Sendo assim, o onmichannel incentiva o uso de vários canais online e offline para atrair mais clientes, criar inovadoras experiências de consumo e vender mais.

Muitas empresas, principalmente as grandes, usam esta estratégia há algum tempo, como é o caso da C&A, Apple, Via Varejo e Starbucks. Mas tem gente que está começando agora. E tudo bem quanto a isso, o importante é não ficar de fora!

LEIA TAMBÉM: 80% das empresas estão começando no marketing digital

As compras que um consumidor faz pelo celular e opta por buscar diretamente na loja física é um exemplo de omnichannel. As empresas que sabem aproveitar estas oportunidades muitas vezes preparam ações para cativar este cliente e oferecer outras soluções e produtos.

Outro exemplo bem atual de omnichannel é o dos shoppings durante a pandemia. O cliente contatava a loja de sua preferência por algum canal (WhatsApp, redes sociais, e-commerce ou até mesmo ligação telefônica) e retirava a compra em um drive thru criado no estacionamento do shopping.

Teve até empreendimento no interior de São Paulo, em Botucatu, que permitiu que o carro passasse por dentro do corredor principal da loja! Assim, o cliente retirava seu pedido e ainda matava a saudade de dar uma voltinha.

 

Omnichannel reforça a importância do marketing digital

 

Trabalhar com o digital exige planejamento e investimento, principalmente para impulsionar conteúdos estratégicos. É uma questão de sobrevivência.

Se a sua empresa não aparece nos resultados do Google, ela simplesmente não existe. Ela pode estar no folder entregue nos faróis, na revista do bairro, no jingle que toca no rádio ou no comercial de TV durante o intervalo do jornal. Mas ela também precisa estar nas redes sociais, ter um site, um blog.

Isso porque as pessoas interagem com mais de uma tela ao mesmo tempo. Assistem ao comercial da marca na TV e, em poucos segundos, estão procurando sua marca no iFood, no Facebook ou no site para contatar algum vendedor.

Outra opção é o QR Code que aparece no canto da tela da TV, incentivando o público a usar a câmera para acessar o link sugerido, conhecer mais sobre determinado produto e serviço e fazer uma compra, de forma simples e rápida. Isso é omnichannel!

Até produtos que antes pareciam impossíveis de serem vendidos digitalmente hoje encontraram na internet um ótimo canal de vendas.

É o caso dos automóveis. Sem as famosas concessionárias lotadas para atender aos desejos do cliente de “se sentir” dentro carro, hoje os clientes podem fazer uma espécie de teste drive virtual. A tecnologia avançada permite uma visão mais detalhada do carro e, claro, um atendimento alinhado ao novo perfil do cliente.

 

Como vender mais usando o omnichannel?

Seja para começar agora mesmo, seja para aprimorar as estratégias digitais que você já possui, as dicas aqui certamente vão lhe ajudar:

1 – Saiba onde seu público está

Se você tem apenas a loja física e precisa de novos canais de venda, descubra primeiro onde está o seu público antes de sair atirando para todos os lados. Ele precisa falar com você pelo WhatsApp? Cria um Whatsapp Business! Querem ver as novidades de forma constante? Crie uma conta no Instagram! Uma frequência de bons conteúdos e replique tudo no Facebook. Ache seu público e entenda a carência dele.

2 – Vários canais, mas uma comunicação

A sua equipe de vendas precisa estar antenada e centralizada para que a qualidade do relacionamento se mantenha o mesmo para quem vai até a loja e para quem decide esclarecer dúvidas pelo WhatsApp. É importante que o cliente saiba que a empresa possui vários canais de comunicação e que será acolhido com carinho em qualquer um deles. Sendo assim, o cliente precisa ter a liberdade de iniciar um papo no chatbot e continuar pelo WhatsApp, sem que a equipe perca a “linha de raciocínio”.

3 – Faça bom uso da tecnologia

Para proporcionar uma ótima experiência de consumo para o seu usuário, sua marca terá que fazer uso dos recursos que a tecnologia oferece, uma vez que a inovação passa obrigatoriamente por eles. Aposte na automação de marketing e explore ao máximo as funcionalidades que as plataformas de e-mail marketing, redes sociais e de blog oferecem.

4 – Fique de olho nos feedbacks

Se você quer saber se as suas estratégias estão dando certo ou não e como aprimorá-las, não se limite a olhar os números de vendas. Fiquei de olho no que os consumidores estão dizendo nos canais, pois eles podem trazer insights incríveis para a sua marca se destacar ainda mais.

CONTINUE LENDO: Social listening: por que esta estratégia é importante para o seu negócio?

5 – Acompanhe as outras marcas e outros segmentos

Todas as marcas querem conquistar o consumidor e a criatividade é um dos pilares das ações que marcam o omnichannel. Por isso, esteja sempre antenado e confira as ações que as empresas de qualquer segmento têm feito tanto do on para off quanto do off para o on. Extraia ideias, veja o que pode ser aplicado na sua marca e comece a construir uma base de ideias para arriscar sem tanto medo.

Quer uma ajuda para criar estratégias que conectem o on e o off? Venha conversar com a gente! Faremos uma consultoria de marketing digital, identificaremos os seus objetivos e construiremos um projeto para ajudar a sua empresa a vender mais!

Nós, da Leelah, temos profissionais especializados em diferentes estratégias de marketing digital e cases de sucesso que mostram alguns resultados que obtivemos.

Espero que você tenha gostado do nosso artigo sobre algumas métricas dos anúncios do Facebook. Sinta-se à vontade para deixar suas dúvidas e sugestões nos comentários e compartilhar nosso conteúdo em suas redes sociais, ok?

Até o próximo artigo!


Denis Minchiotti

Denis Minchiotti

Entusiasta da internet e tecnologia e MBA em gestão de marketing. É responsável por SEO e sócio da agência Leelah.
Siga no Linkedin


0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

FALE CONOSCO