(11) 4116-2260 [email protected]

O que são native ads e como você pode usá-los de maneira prática

por | 4 abr, 2019 | Dicas de Marketing Digital

Você já ouviu falar native ads? Se a resposta é não, não se preocupe. Vamos explicar direitinho o que são e como eles podem ajudar na sua estratégia de marketing digital.

O conceito é simples. Native ads, ou anúncios nativos, em tradução literal, são aquelas propagandas que aparecem em sua tela de maneira sutil, ou seja, que não atrapalham a navegação e nem a experiência do usuário.

Apesar de parecer fazer parte do conteúdo presente na página, como se trata de publicidade paga, o anúncio vem sempre acompanhado da palavra “patrocinado”, mesmo que de maneira discreta.

E é justamente por não ser invasivo é que os native ads aumentam de maneira significativa as taxas de conversão, que pode chegar a 10 vezes mais que os anúncios de banner!

Afinal, não tem situação mais inconveniente do que o usuário ser obrigado a assistir a um anúncio que não lhe interessa antes de um vídeo no YouTube ou ter que ficar um tempão fechando pop ups para conseguir apreciar um conteúdo de maneira sossegada, não é verdade?

As empresas começaram a entender que a exposição invasiva só irrita e espanta o usuário e estão apostando em estratégias desse tipo para atrair o público certo no momento certo e conseguir a tão almejada conversão!

Diferente dos anúncios no Google ou no Facebook Ads, a segmentação dos native ads é feita por meio de um algoritmo que leva em consideração as informações do usuário e aspectos como comportamento em redes sociais, intenções de busca, localização, entre outros quesitos.

 

Onde os native ads são usados?

Lembra quando a gente falou aqui no blog sobre o Google Adwords, dizendo que os anúncios aparecem quando o usuário procura determinado assunto?

O mesmo acontece com os native ads!

Eles utilizam conteúdo relevante em forma de posts, vídeo, artigos ou algum formato que se enquadre na página onde serão publicados (site de notícias, blog ou na timeline de redes sociais), para divulgar uma marca ou oferecer um produto/serviço.

Para aumentar a sutileza da publicidade e as chances de conversão, é importante que o conteúdo dos native ads tenham total relação com o assunto da página.

Veja alguns exemplos de onde os native ads podem ser encontrados:]

Native Ads Google

Native Ads Facebook

Native Ads Facebook

Native Ads Instagram

Native Ads Instagram

Native Ads Site de Conteúdo

Esse tipo de estratégia pode ajudar sua empresa a se apresentar para o usuário de maneira educada, permitindo que o cliente conheça aos poucos os produtos e serviços oferecidos e venha a se tornar um cliente.

Por este motivo, é importante que haja um bom planejamento na hora de utilizar o native ads, para que o anúncio seja apresentado apenas para as pessoas que oferecem algum potencial de compra.

E sabe como fazer esse planejamento? Calma que vamos lhe ajudar!

 

Como fazer um planejamento de native ads?

Toda estratégia de marketing digital precisa de planejamento. Sendo assim, para usar native ads não pode ser diferente, certo?

Então vamos lá: você precisa ter ciência de quatro pontos básicos:

Quem é o seu público?

Defina sua persona. É ela que vai ajudar você a conhecer com profundidade os usuários que deverão visualizar os native ads. Crie personas com a maior riqueza de detalhes possível. Quando mais informação você tiver do público, mais segmentado e qualificado será o público para quem seus anúncios vão aparecer.

Qual sua meta?

Tenha muito claro o objetivo do seu anúncio. Você quer aumentar o tráfego ou as conversões? Saber o que você quer é primordial para definir o conteúdo do anúncio e as métricas que deverão ser acompanhadas continuamente.

O que você tem a oferecer?

Sua intenção é tornar a empresa conhecida ou divulgar um determinado produto ou serviço? Essa informação vai direcionar o conteúdo dos seus native ads para que o objetivo proposto seja alcançado.

Onde esse público está?

Saber onde seu público está mais engajado vai definir a plataforma que você utilizará para publicar seus native ads. Essa informação também ajudará você a definir o formato do seu anúncio, ou seja, se será uma imagem, um post ou um vídeo, por exemplo.

Feito isso, é hora de definir as palavras-chave que têm relação com seu público e os assuntos que eles pesquisam, desenvolver um conteúdo relevante, definir os valores de investimento e fazer a segmentação correta.

E nunca se esqueça: acompanhe periodicamente os resultados e, se for necessário, modifique o conteúdo, o formato ou a plataforma para alavancar os resultados!

Para saber mais sobre native ads, você pode contar com a consultoria de marketing e vendas da Leelah. Vamos ajudar você a entender estratégia e a usá-la de maneira promissora!

Se você gostou do nosso artigo, deixe seu comentário abaixo e compartilhe nosso material nas suas redes sociais! Até a próxima!


Denis Minchiotti

Denis Minchiotti

Entusiasta da internet e tecnologia e MBA em gestão de marketing. É responsável por SEO e sócio da agência Leelah.
Siga no Linkedin


0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

FALE CONOSCO

WhatsApp chat