(11) 4116-2260 atendimento@leelah.com.br

Facebook Shops: criação de lojas virtuais para pequenos negócios

por | 21 Maio, 2020 | Dicas de Marketing Digital

Loja virtual

A pandemia e o risco de fechamento de milhares de empresas fizeram Mark Zuckerberg acelerar os planos de lançamento do Facebook Shops, uma plataforma dentro da rede social para criação de lojas virtuais.

A ferramenta, anunciada no dia 19 de maio, tem foco em negócios dos mais variados segmentos e portes, auxiliando na montagem de lojas virtuais diretamente na rede social.

De forma simples e gratuita, o Facebook Shops permite que a empresa personalize a “fachada” com as cores da marca, crie uma espécie de vitrine para exibir os produtos, coloque a descrição e os preços e, então, finalize a compra.

Este recurso aparece tanto na página do Facebook quanto no Instagram e pode ser acessado pelos stories ou anúncios. Em breve, a loja virtual também poderá ser vista no Messenger, no WhatsApp e no Instagram Direct, canais que serão usados para assistência do cliente.

Como vai funcionar o Facebook Shops?

Dentro da loja, os usuários poderão ver todos os produtos expostos, salvar o que gostar para comprar mais tarde (gerando um link direto) ou fazer o pedido. Como a plataforma ainda não disponibiliza o pagamento direto, o cliente é encaminhado para o site da marca.


Por enquanto, apenas o Grupo Agilità testou o Facebook Shops a convite do Facebook.

 

Grupo agilita

LEIA MAIS: Tenha um stand de vendas 24h por dia

 

É hora de tirar sua loja virtual do papel!

Facebook

Comprar pela internet já entrou na lista de hábitos de muitos consumidores, que tem feito este segmento crescer apesar das instabilidades econômicas. Para se ter uma ideia, as vendas pela internet cresceram 22,7%, em 2019, em relação a 2018, faturando R$ 75,1 bilhões, de acordo com a 2ª edição do relatório NeoTrust. Foram feitas 178,5 milhões de compras.

Com a chegada da pandemia, houve o fechamento de muitos comércios físicos e a necessidade do isolamento social elevou ainda mais a importância do e-commerce. Quem já comprava pela internet, aumentou a frequência. E quem era reticente a essa forma de consumo, acabou se rendendo por não ver outra opção.

Os números comprovam o quanto os e-commerces têm sido bons parceiros dos brasileiros em tempos de coronavírus. Pesquisa do Compre&Confie revelou que o comércio brasileiro faturou R$ 9,4 bilhões em abril deste ano, um aumento de 81% em relação a abril de 2019. Foram 24,5 milhões de compras online, 98% a mais do que em abril de 2019.

Por isso, este é o momento de expandir – ou migrar – o seu negócio para uma loja virtual e ampliar a presença digital da sua marca. A pandemia acelerou e reforçou o poder do e-commerce e ele certamente vai ganhar mais espaço na vida dos brasileiros a partir de agora.

E foi mirando nos pequenos negócios que desejam explorar o universo online e nos que estão sofrendo com o fechamento de suas lojas físicas que Mark Zuckerberg agilizou o lançamento do Facebook Shops, que começou a ser desenvolvido em 2019.

LEIA TAMBÉM: 5 Dicas para melhorar a visibilidade do seu e-commerce

 

Quando as lojas virtuais brasileiras usarão o Facebook Shops?

Bem, a ferramenta ainda não tem data para chegar ao Brasil…

Facebook shopsEntretanto, pensemos pelo lado positivo: quando o Facebook Shops chegar por aqui, vai trazer uma série de funcionalidades que ainda não foram lançadas oficialmente, como botão de compras nos vídeos do Facebook e nas lives do Instagram.

Em sua página oficial, Zuckerberg disse ainda que, em breve, as lojas virtuais usarão tecnologia de IA e realidade aumentada para criar melhores experiências de compra. A ideia é a plataforma identificar e etiquetar de maneira automática os produtos em feeds para que as pessoas possam facilmente clicar quando encontrar o que gostam.

A realidade aumentada ainda vai permitir que o usuário experimente virtualmente óculos de sol, batom, maquiagem antes de comprar o ver como os móveis podem parecer neste ou naquele ambiente.

Outra proposta do Facebook Shops é permitir que as pequenas empresas personalizem as fachadas de suas lojas virtuais para mostrar primeiro os produtos mais relevantes.

Imaginem quando essa ferramenta chegar ao Brasil!!

Assista ao vídeo para saber mais (em inglês)


Espero que você tenha gostado do nosso artigo sobre o Facebok Shops. Sinta-se à vontade para deixar suas dúvidas e sugestões nos comentários e compartilhar nosso conteúdo em suas redes sociais, ok?

Até o próximo artigo!

 


Alessandra Oggioni

Alessandra Oggioni

Jornalista, consultora de marketing digital da Leelah e especialista em marketing de conteúdo e Google Adwords.
Siga no Linkedin


0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

FALE CONOSCO

Open chat