(11) 4116-2260 [email protected]

Como usar o marketing digital em tempos de crise?

por | 31 mar, 2020 | Dicas de Marketing Digital

A crise causada pelo novo coronavírus deixa os empresários cheios de incertezas. O isolamento social e o fechamento de vários comércios colocaram em risco o futuro dos negócios.

Ao mesmo tempo, a tecnologia tem se tornado a grande aliada de empresas e consumidores durante esta fase. Com um número maior de pessoas conectadas, muitos negócios aproveitam para fortalecer o relacionamento com os clientes.

As estratégias de marketing, mais do que nunca, precisam ajudar as empresas a alavancarem a presença digital e servirem como suporte para quem está trancado em casa, aguardando a hora de retomar as atividades nas ruas.

Nós, da Leelah, estamos em sistema home office e atentos a este cenário. Por isso, vamos reunir neste artigo algumas orientações para você utilizar o marketing digital para ganhar fôlego e manter o laço mais firme com os clientes durante este período de crise.

 

Por que algumas empresas agem mais rápido do que outras?

Bem, por mais que o empresário não queira pensar nisso, é necessário ter sempre um plano de ação guardado na gaveta para momentos de crise. Muitos problemas surgem da noite para o dia, por isso é importante estar alerta o tempo todo.

As empresas que fizeram esta lição de casa se sentem mais preparadas para agir, mesmo que não tenham ainda informações claras de como serão afetadas por esta crise provocada pela pandemia por coronavírus.

Ao ter um plano de gestão de crise guardado na gaveta, a empresa leva menos tempo para fazer as adaptações necessárias para se manter de pé.

Mas se esse não é o caso da sua empresa, vamos manter a calma e mostrar algumas ações práticas de marketing digital para usar agora mesmo.

 

Como o marketing digital pode ajudar em meio à crise?

Ampliar a presenta digital e dar suporte às pessoas, sendo elas clientes ou não, é uma das formas de manter sua empresa ativa e conectada com todo o público em tempos de crise.

Economicamente falando, o foco agora é reter clientes e cuidar do fluxo de caixa que a sua empresa possui.

É fato que alguns nichos podem faturar mais com a crise, mas essa premissa não se aplica a todo o mercado, especialmente aos pequenos e médios negócios.

Uma pesquisa feita no início de março pelo Datafolha mostra que apenas 11% das micro e pequenas empresas têm capital de giro para atravessar um mês.

Sendo assim, é necessário arregaçar as mangas e agir para evitar a falência.

Confira algumas dicas práticas que separamos para você:

  • Entenda o seu cenário diante da crise
    Cada empresa é afetada de um jeito, e você precisa ter total ciência de como esta crise atinge o seu negócio e em qual grau. Identifique os produtos e/ou serviços que provavelmente vão precisar de uma atenção especial para, a partir daí, planejar as ações.
  • Dê suporte para o seu cliente
    Em meio a tantas informações a respeito do coronavírus, você precisa saber falar do assunto sob a ótica da sua empresa. Relacione o seu segmento com o momento atual e ofereça conteúdos segmentados explicando de que forma seu produto ou serviço pode ajudar o cliente a lidar com esse problema no dia a dia.
  • Reforce a postura responsável da sua empresa
    A reputação da empresa precisa ser preservada nesta fase complicada. Faça postagens explicando as decisões tomadas internamente para aumentar a segurança dos funcionários e, consequentemente, dos clientes. Divulgar estas informações torna a empresa mais humana e preocupada com o atual cenário e com as pessoas. Vale lembrar que as pessoas estão com medo de consumir e cabe a você minimizar este sentimento.
  • Não desampare seus clientes!
    Você pode estar com as portas fechadas e trabalhando em sistema home office, mas essa condição não impede você de manter o relacionamento com os clientes. Responde a chats, e-mails e comentários nas redes sociais. Aproveite este momento de menor fluxo para encantar e reter seus clientes e renove a esperança por dias melhores.
  • Cuidado com as brincadeiras
    Estamos passando por um momento bastante delicado, tanto de saúde quanto econômico. Não é hora de fazer piadas ou apostar em memes. Deixe as brincadeiras para serem criadas e compartilhadas entre os usuários e procure tratar o assunto com a seriedade que ele merece. Seja leve, sem ser irônico nas postagens.
  • Reinvente suas estratégias
    É hora de descobrir formas de manter seu produto ou serviço acessível ao público. Vai criar ou ampliar seu serviço de delivery? Vender vouchers promocionais para serem usados pós-pandemia? Vai diminuir a produção? Seja qual for a estratégia adotada, use os meios digitais para informar seus clientes! Teve outra ideia para ajudar seus consumidores? Divulgue!
  • Não pare de planejar o seu negócio!
    Aproveite as ferramentas de videoconferência para manter contato tanto com seus clientes como com seus fornecedores. Assim como você, eles também estão enfrentando essa crise e precisam de suporte para ter novas ideias e desenvolver ações a curto e médio prazo que vão ajudar na gestão do seu negócio.

Tenha a certeza de que você não está sozinho. Em maior ou menor grau, todos nós estamos vivendo incertezas decorrentes da crise. Por isso, peça ajuda para sua agência de marketing digital e procure se aproximar de outros empreendedores para compartilhar dores e ideias. A troca de informações vai permitir novos olhares sobre este momento e a criação de ações inovadoras.

Espero que a gente tenha ajudado você com o nosso artigo sobre como utilizar o marketing digital em tempos de crise. Sinta-se à vontade para deixar suas dúvidas e sugestões nos comentários e compartilhar nosso conteúdo em suas redes sociais, ok?

Até o próximo artigo!

 


Denis Minchiotti

Denis Minchiotti

Entusiasta da internet e tecnologia e MBA em gestão de marketing. É responsável por SEO e sócio da agência Leelah.
Siga no Linkedin


0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

FALE CONOSCO